Em Dicas, Quartos, Residencial, Salas - Tempo de leitura: 3 minutos

O painel de TV é aquele móvel que faz toda a diferença tanto na sala de estar quanto no quarto. Quando bem escolhido, com materiais de alta qualidade que refletem em um ótimo acabamento, a decoração fica ainda melhor. 

Portanto, neste artigo, vamos dar algumas dicas de como escolher o painel de TV, modelos e tudo o que você precisa se atentar na hora de comprar o seu. Confira!

 

Qual o tamanho certo da TV para o painel?

Antes de mais nada, você precisa observar o tamanho da TV que ficará no painel. O indicado é que tenha pelo menos 15 centímetros sobrando ao redor da tela.

Além disso, verifique também a distância entre o sofá e o seu aparelho de TV, pois influencia diretamente no seu bem-estar. Veja estas dicas de como escolher o tamanho da TV que irá no painel:

  • 32 polegadas: se a distância entre seu sofá e o aparelho for de até 1,8 metros;
  • 42 polegadas: se a distância entre seu sofá e o aparelho for de até 2,4 metros;
  • 50 polegadas: se a distância entre seu sofá e o aparelho for de até 2,8 metros;
  • 60 polegadas ou mais: se a distância entre seu sofá e o aparelho for de até 3,4 metros.  

Agora, quando considerarmos a altura, o indicado é que a televisão fique no mínimo 1 metro do chão, estando a pelo menos 85 centímetros acima do piso.

 

Tipos e modelos de painel de TV

Tipos e modelos de painel de TV

Como você já conhece os devidos tamanhos da TV conforme a distância do sofá até o móvel, vamos te apresentar alguns dos modelos mais conhecidos de painel

Existem bastantes opções no mercado e, por isso, o mais importante a ser levado em consideração são as suas necessidades e preferências. Confira alguns exemplos:

Painel com nichos

Este modelo de painel está bastante em alta, pois, além de ser visualmente agradável, também é multifuncional. O painel de TV com nichos permite uma personalização maior ao seu ambiente, já que você pode adicionar objetos pessoais na decoração.

Painel com prateleira

Outro tipo de painel, que é sucesso, é o que possui prateleiras. Pelos mesmos motivos do painel de nicho, é uma boa opção para quem busca uma decoração mais personalizada. Você pode decorá-lo com porta-retratos, por exemplo. Além disso, pode apoiar outros aparelhos, como DVD. 

Painel com gavetas

Se você é do tipo que coleciona muitos objetos e quase não sobra espaço para guardá-los, o painel com gavetas pode ser muito útil. Além de oferecer aquele espaço extra, também mantém tudo mais organizado.

Painel minimalista

Uma decoração mais clean e sofisticada pode ser facilmente proporcionada pelo painel minimalista. Essa é uma opção válida para quase todos os ambientes, pois permite que ele fique visualmente bastante agradável. 

Caso a sua sala ou quarto já tenha um estilo com cores mais suaves, certamente esse é o painel mais indicado para você, pois complementará sua decoração, dando aquele toque que faltava. 

 

Mas qual o melhor material?

Bom, agora que você já conhece alguns dos tipos de painel de TV, vamos explicar também sobre os tipos de material em sua composição. 

Os mais comuns de serem encontrados são o MDP e o MDF. Digamos que a diferença é que o MDP tem uma maior resistência à montagem e desmontagem. Ou seja, no caso de mudanças frequentes do móvel de lugar, esse é o material perfeito. 

No entanto, o MDF possui uma superfície mais lisa, o que resulta em um acabamento melhor. Se você busca pelo “móvel mais bonito”, pode escolher o MDF, sem medo.

Lembre-se também de, antes de escolher o tipo de material, considerar o peso e tamanho da TV. Neste outro artigo explicamos melhor sobre as diferenças entre MDF e MDP. 

 

Painel de TV com alta qualidade e durabilidade

Seguindo essas dicas, temos certeza de que você encontrará o painel de TV ideal para as suas necessidades. Então, que tal aproveitar para dar uma olhadinha em nossos painéis? Temos várias opções ideais para quarto e sala que você vai adorar. Dá uma espiadinha aqui.

Posts Recentes
PROCURANDO MÓVEIS PARA SUA CASA OU ESCRITÓRIO?
ENTRE EM CONTATO COM NOSSO CONSULTOR.
Mesa de escritório: 5 dicas para escolher a sua preloader